quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Uma agenda não prova nada!

É impressionante a atitude ingênua do governo exigindo que a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira apresente a agenda que provaria o encontro dela com a ministra Dilma Rolsseff. Ora, e quem disse que uma agenda seria a maior prova de um encontro? Quantos encontros que são agendados e nunca aconteceram! E se ela tivesse essa tal agenda? Com certeza o governo e Lula diriam que não provaria nada. Então quer dizer que todo encontro e toda conversa devem ser registrados numa agenda? Neste caso, qualquer pessoa poderia ser prejudicada. Bastaria mostrar na justiça uma agenda com a data do encontro. Que coisa!
Fico me perguntando: não havia nenhuma câmera registrando o encontro da ex-secretária com a ministra da fazenda? E as câmeras de segurança do Palácio do Planalto? Não foi registrado nada? Ninguém entrando e saindo? Por que então o Planalto não libera as imagens da movimentação que aconteceu de um provável encontro entre Lina e Dilma? Embora a Lina tenha dito que não lembra do dia do encontro, isso não é empecilho para que se investigue a fundo esse caso.
Sinceramente, acho que o Brasil não engoliu essa! Se Lina não apresentou provas, Dilma também não convenceu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!