Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Ex-BBB Fani Pacheco revela que está processando a Globo por danos morais

<p>Fani Pacheco levou adiante a ideia de processar a TV Globo. A ex-participante da 7ª e 13ª edição do "Big Brother Brasil" entrou na Justiça contra a emissora carioca alegando que, da segunda vez que entrou no programa, a produção teria retirado um dos antidepressivos que ela tomava na época.</p><p>"Eu sou Bacharel em Direito. Eu li três vezes o contrato, então eu sei bem o que estou falando", revelou ao "TV Fama", RedeTV!, da qual é repórter atualmente, na edição da última quarta-feira (6).</p><p>A loira contou ainda que pensou em mover uma ação cível pública e enviar o caso até para o Ministério Público, pois o canal não teria o direito de restringir o direito de alguém se medicar. </p><p>"Imagina se eu tenho diabete e me negam o remédio. No meu caso, eu tenho um problema no cérebro. Nem a minha família estava me reconhecendo mais, pois eu fiquei completamente alterada. Eu cheguei a procurar o Boninho depois do programa, mas ele disse que não tinha sido ele a tirar o remédio."</p><p>O processo foi ajuizado há cerca de três semana e Fani pede indenização por danos morais e outros problemas causados pela proibição do uso do medicamento dentro do confinamento. "Eu fiquei muito deprimida com isso. Pensei até em me matar", completou.</p><p>A ex-sister contou que resolveu abrir o processo depois de comparar suas atitudes dentro do confinamento com as de Ana Paula Renault, do "BBB 16". A mineira foi expulsa do programa deste ano, após dar dois tapas no rosto de Renan durante uma festa.</p>
Fani Pacheco levou adiante a ideia de processar a TV Globo. A ex-participante da 7ª e 13ª edição do "Big Brother Brasil" entrou na Justiça contra a emissora carioca alegando que, da segunda vez que entrou no programa, a produção teria retirado um dos antidepressivos que ela tomava na época.
"Eu sou Bacharel em Direito. Eu li três vezes o contrato, então eu sei bem o que estou falando", revelou ao "TV Fama", RedeTV!, da qual é repórter atualmente, na edição da última quarta-feira (6).
A loira contou ainda que pensou em mover uma ação cível pública e enviar o caso até para o Ministério Público, pois o canal não teria o direito de restringir o direito de alguém se medicar.
"Imagina se eu tenho diabete e me negam o remédio. No meu caso, eu tenho um problema no cérebro. Nem a minha família estava me reconhecendo mais, pois eu fiquei completamente alterada. Eu cheguei a procurar o Boninho depois do programa, mas ele disse que não tinha sido ele a tirar o remédio."
O processo foi ajuizado há cerca de três semanas e Fani pede indenização por danos morais e outros problemas causados pela proibição do uso do medicamento dentro do confinamento. "Eu fiquei muito deprimida com isso. Pensei até em me matar", completou.
A ex-sister contou que resolveu abrir o processo depois de comparar suas atitudes dentro do confinamento com as de Ana Paula Renault, do "BBB 16". A mineira foi expulsa do programa deste ano, após dar dois tapas no rosto de Renan durante uma festa.
MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!