Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

sábado, 16 de abril de 2016

Na Câmara, 68% dos inscritos para discursar neste sábado apoiam impeachment

As inscrições para discutir o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na sessão da Câmara dos Deputados deste sábado (16) foi encerrada com 249 parlamentares pedindo a palavra. Destes, 170 são favoráveis ao afastamento da presidente e apenas 79 são contrários à ideia.
Os deputados inscritos terão três minutos cada para falar, totalizando aproximadamente 13 horas de discursos. A Secretaria-Geral da Mesa estima que haverá três sessões extraordinárias, entre 11h de sábado e 2h da madrugada de domingo (17). É possível que não haja tempo para todos falarem.
Em sessão mais esvaziada do que em dias normais de votação, os parlamentares da Casa usaram na tarde desta sexta-feira (15) o tempo de uma hora por partido para expor a opinião da bancada sobre o impeachment. Representantes de bancadas como o PMDB, do governo, do PSDB, do PV e do PSD utilizaram parte do tempo dos líderes.
Os deputados acreditam que a sessão no plenário só deve voltar a encher no domingo. No cronograma, a partir das 14 horas acontecerá a sessão de votação do parecer. O relator Jovair Arantes (PTB-GO) terá 25 minutos para se pronunciar e os líderes falarão novamente em seguida. O início da votação está previsto para as 15h, e cada deputado terá apenas 10 segundos para manifestar o seu voto ao microfone.
Ainda nesta sexta-feira (15), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), negou o pedido do advogado geral da União, José Eduardo Cardozo, para realizar uma nova defesa da presidente Dilma Rousseff, após a apresentação do relatório do impeachment no plenário da Câmara.
IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!