Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

quarta-feira, 18 de maio de 2016

‘Alguém precisou morrer para eu ter um pênis’

massajuster
“O mais difícil para mim é pensar que alguém teve que morrer para eu ter um pênis.”
A afirmação é de Thomas Manning, de 64 anos, que passou por um transplante de pênis no início deste mês após ter o órgão amputado três anos antes por causa de um câncer.
A cirurgia foi a terceira do tipo realizada no mundo e a primeira nos Estados Unidos.
Em entrevista à BBC, Manning contou que descobriu ter câncer no pênis por acaso, após ser examinado por um médico por causa de uma lesão ocorrida no trabalho.
O médico notou uma ferida atípica e a biópsia mostrou que se tratava de um câncer em estágio avançado. Ele teve o órgão amputado uma semana depois.
“Quando contava para as pessoas (da amputação), elas se encolhiam, não conseguiam acreditar”, afirma.
Segundo ele, o transplante correu bem e ele não sofreu dores até o momento.
Manning afirmou que fez a cirurgia porque queria receber o órgão, mas também para pôr o tema em discussão. Ele espera que, vindo a público para falar sobre o assunto, ele possa ajudar a diminuir o estigma em torno de lesões genitais e trazer esperança de recuperação para outros homens com problemas do tipo.
RP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!