Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

sábado, 7 de maio de 2016

Conheça o aparelho que promete “desligar” as cólicas menstruais

Livia-contra-colica-menstrual
Estima-se que 9 em cada 10 mulheres sofram cólicas todos os meses, de acordo com informações publicadas pelo Science Alert. E cerca de 10% delas passam por dores tão fortes que chegam a ficar incapacitadas por até três dias.

Além dos anticoncepcionais, que suspendem a menstruação, medicamentos que aliviam as dores ou até mesmo bolsas térmicas (estrategicamente colocadas na região), elas têm poucas opções no mercado para combater as cólicas. Contudo, um novo dispositivo, apelidado de Livia, surgiu como a promessa de “desligar” esse problema.

Conforme explica o site do produto o método é bem simples. O dispositivo vem com dois eletrodos que só precisam ser colocados sobre a área dolorosa. Logo, o aparelho é ligado e passa a emitir pulsos elétricos imperceptíveis para os nervos, resolvendo o problema da dor.
O desenvolvimento do produto foi feito através de crowdfunding (financiamento coletivo). Cerca de 3.300 pessoas já fizeram doações que já passam de 299 mil dólares. O objeto tem chamado muita atenção de mídia norte americana, especialmente de revistas femininas internacionais, como a Cosmopolitan e Glamour.

Apesar de soar como inovador, o método utilizado pelo dispositivo já tem sido usado por médicos há anos. Conhecido como TENS (estimulação elétrica nervosa transcutânea), esses tipos de estimuladores têm sido empregados há muito tempo no tratamento de dores, como de pescoço, costas e dores de parte. Basicamente, ele “confunde” o sistema nervoso central e por isso, acaba sem saber o que fazer com os sinais de dores que supostamente deveriam ser enviados ao cérebro.
Segundo a fundadora e CEO da Livia, Chen Nachum, até agora, o dispositivo foi testado em 163 mulheres em dois diferentes ensaios, com mais de 80% delas relatando alívio da dor. Espera-se que os resultados sejam revisados por outro grupo de especialistas não envolvidos com a invenção. Logo, ainda há muito o que descobrir sobre este dispositivo.

De acordo com Jen Gunter, especialista em ginecologista e medicina da dor, o método de TENS para dor menstrual é muito eficaz. “Na verdade, já existem pesquisas suficientes e confiáveis para elaborar uma revisão das evidências”. Ela ainda contou que, há 15 anos prescreve esse tipo de tratamento e para algumas mulheres ele realmente ajuda.

Sendo assim, se você estiver disposta a pagar cerca de 85 dólares (cerca de R$ 302 na cotação atual) saiba que ele demora até três meses para ser enviado. Além disso, Nachum afirmou que o produto ainda está em fase de testes, sendo que, dessa vez, ele será analisado em um grupo de 60 mulheres, para ter uma melhor noção de sua eficácia.
Jornal Ciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!