Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Aeronáutica retira condecorações dadas a Dirceu e Genoino

Sao Paulo, SP, BRASIL, 15-11-2013 19h26:Ex Ministro Jose Dirceu se apresenta na Policia Federal em Sao Paulo apos receber mandato de prisao ( Foto Eduardo Knapp/Folhapress.PODER) //// SÃO PAULO, SP, BRASIL, 15-11-2013 17h20: O deputado federal José Genoino, faz gesto ao se apresentar à Superintedência da Polícia Federal, em São Paulo (SP). O presidente do STF, Joaquim Barbosa, expediu 12 mandatos de prisão dos condenados no Escândalo do Mensalão. Genoino foi condenado por organizar o mensalão negociando acordos com partidos que apoiariam o governo Lula e assinado alguns dos empréstimos do Banco Rural. (Foto Eduardo Knapp/Folhapress, PODER)
O comandante da Força Aérea Brasileira, tenente-brigadeiro Nilvaldo Rossatto, retirou condecorações militares que tinham sido concedidas ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e ao ex-deputado federal José Genoino, condenados pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no escândalo do mensalão.
Os petistas foram excluídos, em portaria publicada na última quinta-feira (18) no “Diário Oficial da União”, do corpo de graduados especiais da corporação militar.
Na administração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Dirceu havia recebido o grau de grande-oficial e Genoino havia sido condecorado com o título de comendador.
A decisão segue posições semelhantes adotadas nos últimos anos pela Marinha e pelo Exército. No ano passado, as Forças Armadas retiraram a Ordem do Mérito Militar de condenados em 2012 pela Suprema Corte por participação no escândalo político.
Em julho, a pedido do Ministério Público, a Marinha cassou as medalhas do Mérito Naval de Dirceu, Genoino e do ex-deputado federal João Paulo Cunha, também condenado no mensalão.
Um decreto editado em 2000, durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, determinou a cassação de honrarias concedidas a pessoas condenadas judicialmente.
Folha


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!