Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Veja lista dos nomes mais populares no Brasil em 2016

15311441_1452821324748040_1766888479_o1Alcilene vai dar o nome de Alice para a filha (Arquivo Pessoal)

Os pais brasileiros não demoram muito para escolher o nome que pretendem dar ao bebê. Levantamento feito pelo site BabyCenter mostra que 41,4% decide o nome assim que descobre o sexo da criança.
A sondagem, que ouviu 3.249 pessoas, mostra que 22,4% escolhem o nome antes mesmo de engravidar. Outros 22,7% no começo da gravidez. Só 11,2% no fim da gestação. E apenas 1,8% decide o nome após o nascimento da criança.
Para 31,8% dos entrevistados selecionar o nome foi uma tarefa fácil, enquanto 25,7% disseram que foi complicado.
NOMES
Como no ano passado, os nomes mais populares de 2016 continuam sendo Miguel e Alice.
Com 30 semanas de gestação, a consultora de beleza Alcilene Meireles, 33, escolheu o nome de Alice para batizar a filha.
“Escolhemos nome com ajuda da minha outra filha. Alice e um nome meigo, que dá sensação de um ser angelical e ao mesmo tempo cheio de atitude”, diz ela.
Veja abaixo a lista dos dez nomes de menino que fizeram mais sucesso ao longo do ano:
Miguel
Arthur
Davi
Bernardo
Heitor
Gabriel
Pedro
Lorenzo
Lucas
Matheus
Abaixo, a lista dos dez nomes de menina mais populares do ano:
Alice
Sophia
Laura
Valentina
Helena
Isabella
Manuela
Júlia
Luiza
Lívia
O ranking de nomes de bebê do BabyCenter é elaborado todo ano desde 2009, com base no cadastro dos usuários do site e do aplicativo gratuito. Foi elaborado com base em 163 mil cadastros de bebês nascidos em 2016.
Segundo o site, é o ranking mais detalhado de nomes de bebê que existe no Brasil porque leva em conta primeiro e segundo nome, e não só o primeiro, uniformiza diferentes grafias (como Sofia e Sophia) e é dividido por ano.
Maternar, Folha de São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!