Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Bispo da Igreja Universal teria recebido propina de R$ 7 milhões para apoiar Dilma


A delação premiada dos executivos da Odebrecht na Operação Lava-Jato citou o nome do bispo Marcos Pereira (PRB), sacerdote licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, como recebedor de uma propina de R$ 7 milhões.
Os executivos da empreiteira que aceitaram colaborar com a Lava-Jato alegaram que os valores repassados a Pereira, que atualmente é ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, teria sido feito em troca do apoio do PRB à candidatura de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) à reeleição, em 2014.
De quebra, a Igreja Universal do Reino de Deus também apoiou a reeleição da ex-presidente, já que na prática, o PRB é visto como o braço político da denominação fundada por Edir Macedo.
Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, os recursos teriam sido entregues ao bispo Marcos Pereira em dinheiro vivo. Essa operação da Odebrecht para repassar propina envolveu, ao todo, R$ 30 milhões, sendo que R$ 23 milhões foram distribuídos aos partidos PROS, PCdoB, PP e PDT, em troca do apoio à chapa governista.
Notícias Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!