Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Exportações superam importações, e país tem melhor março desde 1989

O superavit da balança comercial brasileira somou US$ 7,1 bilhões em março, o melhor resultado para o mês da série histórica, que começa em 1989. Os dados foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior nesta segunda-feira (3).

As exportações somaram US$ 20 bilhões, o que representa um crescimento de 20,1% em relação ao mesmo mês do ano passado. As importações ficaram em US$ 12,9 bilhões, um aumento de 7,1% ante março de 2016.
Com saldos positivos nos três primeiros meses de 2017, a balança comercial acumula um superavit de US$ 14,4 bilhões até março, resultado de importações de US$ 36 bilhões e exportações que chegaram a US$ 50,4 bilhões.
CARNE
A exportação de carne bovina somou US$ 404 milhões em março deste ano, o que representa uma queda de 6,1% em comparação com igual mês de 2016, no cálculo pela média diária.
As carnes de frango e suína, ao contrário, apresentaram aumento nas exportações, também no cálculo pela média diária. A carne de frango teve uma alta de 7%, com US$ 571 milhões exportados no mês passado. A carne suína, cuja exportação somou US$ 138 milhões no mês passado, apresentou um crescimento de 33,4%.
Em março, a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, que investiga um esquema de corrupção na fiscalização de carnes pelo país.
De acordo com a PF, uma organização criminosa facilitava a produção de alimentos adulterados em troca de propina. Venda de carne podre, produto químico para mascarar o aspecto ruim da carne, reembalgaem de produtos vencidos e até produtos adulterados em merenda escolar foram apontados na investigação.
O embaixador da União Europeia no Brasil, João Cravinho, afirmou quea credibilidade do sistema de fiscalização brasileiro foi colocado em xeque Operação Carne Fraca. “Queremos evitar uma suspensão da compra de carne brasileira, mas está nas mãos do ministério da Agricultura”, disse o diplomata à Folha, ressaltando que aguarda um carta do governo com informações mais detalhadas.
Folha de São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!