Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Jovem de 21 anos sofre com doença rara que o faz envelhecer 8 vezes mais rápido que o normal


Rupesh Kumar, um indiano de Hanumanganj, tem apenas 21 anos – embora sua aparência pareça dizer o contrário.
Como sofre de uma doença rara, conhecida como Progéria ou síndrome de Hutchinson-Gilford, que afeta uma em 8 milhões de pessoas, seu corpo envelhece em uma taxa oito vezes maior do que o normal. Por esse motivo, ele também não cresceu ou ganhou peso, segundo informações do Daily Mail.
Seus sintomas começaram a aparecer quando ainda era uma criança, mas os médicos não conseguiram diagnosticá-lo. Esperado morrer entre seus 13-15 anos, Kumar superou todas as expectativas quando atingiu os 21. No entanto, seus pais, Ramapati Kumar e Shanti Devi, estão desesperados para que ele possa receber ajuda, e até escreveram para o primeiro-ministro da Índia pedindo-a.
 Tudo começou com ele sentindo dores de cabeça frequentes, bem como dores de estômago quando ainda era muito pequeno”, contou o pai. “O levamos para vários médicos, mas nenhum pôde diagnosticar sua condição. Eles apenas prescrevem alguns analgésicos e pediram que voltássemos para casa”. Então, enquanto Rupesh crescia, seus pais notaram mudanças anormais em seu corpo e aparência.

Com o tempo, a cabeça do meu filho cresceu anormalmente e ele começou a perder peso drasticamente”, contou Ramapati. A aparência de Kumar causou tanta agitação que, em uma ocasião, um circo ofereceu dinheiro a seus pais para comprá-lo. Cerca de cinco anos atrás, algumas pessoas vieram à aldeia sob a pretensão de ajudar Rupesh”, disse. “Eu pensei que eram pessoas boas que queriam ajudar com o tratamento de meu filho, mas fiquei chocado quando eles disseram que queriam comprá-lo para exibi-lo como um espetáculo em um circo”.
 Eles nos ofereceram 300.000 rúpias [aproximadamente R$ 15 mil]. Eu gentilmente disse-lhes para irem embora e que eu nunca daria meu filho mesmo que oferecessem 10 milhões de rúpias”. Como eles puderam se atrever a fazer uma oferta tão desumana?”, acrescentou a mãe.  Embora a síndrome de Hutchinson-Gilford (progéria) seja considerada incurável, Rupesh desafiou as expectativas vivendo além dos vinte anos.
A maioria das pessoas que sofrem de progéria morrem no momento em que atingem 13-15 anos, mas em alguns casos, como o caso de Rupesh, podem viver até os 21”, explicou o médico Dr. Yugantar Pandey. “Foi por causa desta condição que seu crescimento parou, os cabelos começaram a cair, a pele começou a ficar flácida e os dentes, enfraquecidos”. Os músculos do paciente também perdem a força com o tempo”, continuou. “Como em outros casos de progéria, os olhos de Rupesh saltaram de suas órbitas e sua pele se tornou pálida. Este é um problema que ocorre devido à mutação de genes”.
 Os pais do rapaz, desesperados para conseguirem ajuda, escreveram ao primeiro-ministro da Índia, mas ainda não receberam uma resposta. Enquanto isso, uma ONG local, Ashutosh Memorial Trust, está ajudado a família a fim de garantir que Rupesh receba todos os cuidados médicos necessários.
Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ] 
Jornal Ciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!