Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

domingo, 21 de maio de 2017

Dono da JBS diz que tratava de propina com Temer desde 2010

G1
O empresário Joesley Batista contou nos depoimentos que conheceu o presidente Michel Temer em 2010. Que foi apresentado por Wagner Rossi, ex-deputado federal pelo PMDB que, na época, era ministro da Agricultura.
A partir dalí, eles passaram a se falar com regularidade. Joesley conta que “esteve com Temer em várias ocasiões: não menos que 20 vezes, de acordo com o empresário, ora no escritório dele, ora no escritório do advogado, ora na casa de Temer em São Paulo ou ainda no Palácio do Jaburu”.
Segundo Joesley, desde o começo da relação com Temer, se falou em propina. Quando Wagner Rossi deixou de ser ministro, por exemplo, Joesley disse que Temer pediu que pagasse um mensalinho de R$ 100 mil a Wagner Rossi. Joesley disse que concordou e determinou o pagamento – que foi feito dissimuladamente por cerca de um ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!