Um blog para você refletir...

O melhor design da região...

O melhor design da região...
Rua Senador João Câmara, 239, Centro, Santa Cruz/RN

quinta-feira, 18 de maio de 2017

PSDB decide afastar Aécio da presidência do partido

O PSDB decidiu nesta a quinta-feira que irá afastar o senador Aécio Neves da presidência do partido, mas aguardará o áudio da gravação do presidente Michel Temer comprando o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha para selar o rompimento com o governo. Os ministros tucanos já estão de acordo com a decisão. Para o lugar de Aécio foi indicado o deputado Carlos Sampaio (SP), vice-presidente jurídico do PSDB e promotor de Justiça. Conforme o GLOBO publicou, o dono da JBS, Joesley Batista, gravou Aécio pedindo R$ 2 milhões e Temer negociando o pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha para que ele ficasse calado.
– No que diz respeito às denúncias feitas ao presidente Michel Temer, nós estamos aguardando e solicitamos, já, a quebra do sigilo para que a gente possa ter, obviamente, essa comprovação, com fotografias, áudios, enfim, com a materialidade da investigação que foi feita. Se essa investigação vier corroborar, a bancada do PSDB solicita aos ministros do PSDB que saiam do governo. É um momento difícil, mas é o momento de enfrentamento – anunciou o líder do PSDB, Ricardo Tripoli (SP).
Tripoli disse que a bancada se reuniu ontem à noite até a uma da manhã de hoje tentando deliberar sobre o que fazer. O deputado ressalvou que o partido continua sendo a favor das reformas propostas por Temer e acreditando que este é o caminho para que o país saia da crise. Mas admitiu que as acusações contra o presidente são graves e que neste momento é preciso “tomar medidas à altura”. O deputado não entrou no mérito das denúncias contra Aécio, restringindo-se apenas a informar sobre o afastamento do senador e reforçar as qualidades de seu substituto.
– O presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, deve estar comunicando nas próximas hora a licença que ele fará do partido. O nome que a bancada está indicando é o do deputado Carlos Sampaio, que já foi líder da bancada, foi promotor de Justiça e tem assessorado juridicamente o nosso partido, ou seja, preparadíssimo para enfrentar esse desafio _ pontuou Tripoli.
O líder acertou com o líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), e outros tucanos que o melhor nome é o de Sampaio. A ideia é que Aécio Neves se licencie, e a escolha seja feita pela Executiva Nacional do partido. Nos bastidores, Tripoli ficou irritado com a articulação de um setor em torno do nome do senador Tasso Jereissati (CE). Ele disse a deputados que o procuraram que está tudo acertado para que seja Carlos Sampaio, até por sua imagem como procurador. O problema é que outros nome da Executiva também são alvos da Lava-Jato.
– Fui unanimidade da bancada, e a própria Executiva vai escolher entre os oito vice-presidentes do partido – disse Carlos Sampaio.
O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!