terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Ex-ministro de Dilma acabou com a esperança de Lula para 2018

Foto: (Paulo Whitaker/Reuters)
Coube a Eugênio Aragão, ex-procurador da República e ministro da Justiça nos estertores do governo de Dilma, trazer Lula à realidade.
Logo após ser condenado em segunda instância, o petista teve uma conversa franca com Aragão, doutor em direito pela universidade alemã Ruhr-Universität Bochum.
Na ocasião, o ex-presidente ouviu do amigo e especialista: “Esqueça a candidatura, presidente. Com essa decisão do tribunal, você está inelegível”.
Radar On-Line, Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Não é o poder que corrompe o homem. O homem é que corrompe o poder”!